Forte de São Lourenço

Forte de São Lourenço

Itaparica, Bahia, Brasil

Arquitetura militar

Tropas hostis holandesas já tinham conseguido apossar‐se da ponta da Ilha de Itaparica (Ponta da Baleia), usando o esteiro que lhe está vizinho, da parte de dentro, para abrigo das suas naves. Os batavos desembarcaram infantaria e chegaram a fazer uma fortificação de terra em uma colina, que dava visibilidade para os dois lados da ponta da Ilha, conhecida, nos documentos históricos, como o Forte da Eminência. Quando o mestre‐de‐campo Miguel Pereira da Costa, vindo de Portugal, assumiu a direção das obras de fortificação da Praça de Salvador, fez relatório, em 1710, ponderando, entre outras coisas, a necessidade de se fortificar a Ponta da Ilha, dificultando os desembarques no local e protegendo o porto que se formava no esteiro. Desta ponderação nasce a Fortaleza de São Lourenço, cujo projeto seria autorizado pelo Governo em 1711, principalmente contando com a pressão das circunstâncias, pois os franceses acabavam de invadir o Rio de Janeiro. Do ponto de vista militar, é um forte com dois meio‐baluartes irregulares, em hornaveque, voltados para a parte de terra, no sentido de defenderem eventuais ataques de infantaria. Está bem conservado, porém, pelo cadastro bastante pormenorizado que nos deixou Caldas, mostrando sua disposição original, as casas da guarnição e do comandante foram completamente descaracterizadas por grandes modificações para a instalação de estação de desmagnetização da Marinha do Brasil (1970), sob cuja guarda se encontra o monumento.

Loading…