Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar e Cemitério Anexo

Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar e Cemitério Anexo

Salvador, Bahia, Brasil

Arquitetura religiosa

Igreja do século XVIII com um anexo que se trata do cemitério da irmandade, construído no século XIX, de feição neoclássica e que tomou a forma de um monumental pórtico. A igreja é precedida de um amplo adro. Sua fachada apresenta portas e janelas coroadas por frontões retilíneos e curvilíneos sem entablamento, executados em lioz de Lisboa, onde começava a florescer o espírito arquitetural que conduziria ao neoclássico. No interior da igreja existem azulejos do período 1750/60, de diferentes oficinas portuguesas. Estão localizados na nave, na capela‐mor com cercadura rococó e fundo marmoreado azul, nos corredores laterais e na sacristia também de gosto rococó. Dentre a imaginária, destaca‐se a imagem de Santa Luzia, do século XVIII. A igreja é rica em alfaias, possuindo coroa com 140 brilhantes e diadema de ouro proveniente do Porto, além de custódias e cálices. Trata‐se de uma igreja matriz, sem corredores laterais. A Fonte de Santa Luzia, situada no pátio da igreja, atrai grande número de fiéis, na data de sua festa, realizada em 13 de dezembro. O monumento integra o centro histórico da cidade do Salvador, classificado pela UNESCO. Foi classificado pelo IPHAN em 1938. Integra ainda a zona de preservação rigorosa (GP‐1) estabelecida pela Lei Municipal n.o 2.403 de 23 de agosto de 1972 e a encosta é considerada área non aedificandi (GP‐1) pelo Decreto Municipal no 4.524 de 01.11.1973.

Loading…