Capela de Nossa Senhora da Escada

Capela de Nossa Senhora da Escada

Salvador, Bahia, Brasil

Arquitetura religiosa

A capela atual data provavelmente do século XVII, tendo sido modificada no século XIX. A planta desta capela é uma transição entre o tipo mais antigo e singelo, formado pela nave em capela‐mor, esta de largura e altura inferiores à primeira, e o partido em "T", surgido com a justaposição da sacristia e consistório à capela‐mor. A atual capela compreende copiar, nave, capela‐mor e sacristia, esta situada no lado do Evangelho, e sineira em arco, localizada no lado da Epístola. O alpen‐ dre, ou copiar, foi frequente nas construções rurais dos primeiros séculos de colonização, e já era usado anteriormente pelos franciscanos nos seus conventos em Portugal. No final do século XVII, a capela é doada aos jesuítas. A fachada da atual capela é nova, refeita em 1966 pelo IPHAN, supostamente restabelecendo a concepção original. O púlpito, com bacia monolítica e sineira, tem acesso por escadarias externas, como em outras capelas rurais da mesma época. Possui imagem de Nossa Senhora, do século XVIII. A ermida está situada ao norte da cidade do Salvador, à margem do acesso ferroviário e da Avenida Suburbana. A capela está implantada sobre uma pequena colina voltada para o mar, de onde se desfruta um belo panorama da Baía de Todos os Santos. Gabriel Soares cita a capela, no século XVII, como pertencente ao Engenho Nossa Senhora da Escada. A implantação paisagística foi prejudicada pelo corte realizado na colina para passagem da linha‐férrea e, mais recentemente (1972), pela construção de casas pré‐fabricadas. A capela, pela sua importância, foi classificada pelo IPHAN em 1962.

Loading…