Capela de Nossa Senhora do Socorro

Capela de Nossa Senhora do Socorro

Santa Rita, Paraíba, Brasil

Arquitetura religiosa

De acordo com a tradição, as capelas de Nossa Senhora do Socorro e Nossa Senhora das Batalhas (distantes entre si 1,3 km) foram construídas em cumprimento de promessa pela vitória portuguesa numa batalha contra os holandeses, em 1636, cujo sítio marcam. Assim, ambas estariam vinculadas aos seus patrimónios - não há notícia de terem sido engenhos. Oliveira aponta como a capela conjuga, desde sua origem, a salvação pela religião e a violência da conquista, o que se cristaliza na arquitetura que justapõe signos católicos a seteiras e bocas‐de‐fogo. O carácter militar, próprio da arquitetura chã, também aparece nos volumes, de proporções baixas e pesadas. Seu alpendre, de colunas toscanas, foi reputado por Gomes o mais erudito da região de Pernambuco, e inspirou o da Capela de Nossa Senhora do Desterro, distante cerca de 14 km. O interior faz contraponto ao exterior austero: o desenho dos degraus do altar é barroco; a cantaria do arco‐cruzeiro tem remanescentes significativos de policromia azul e vermelha; e a ornamentação rococó do retábulo mantém vestígios de douramento. Classificada pelo IPHAN em 1938, a capela passou por intervenções em 1960, 1971, 1982 e 2005, que incluíram a retirada do guarda‐corpo e das impostas do alpendre. A Capela de Nossa Senhora das Batalhas, classificada pelo IPHAN, ruiu em 1987 e foi reconstruída.

Juliano Loureiro de Carvalho

Loading…