Igreja de São Lourenço e Casa Paroquial

Igreja de São Lourenço e Casa Paroquial

Edakochi [Edacochim], Kerala, Índia

Arquitetura religiosa

Espelhando‐se nas águas do Lago Vembanad, a Igreja de São Lourenço de Edacochim apresenta‐se como um interessante exemplo de integração entre arquitetura e paisagem no seu envolvimento por um terreiro pontuado por coqueiros onde se dispõem, em frente, o cruzeiro e, ao lado, a casa paroquial. Para além da importância de todo o conjunto, o programa e as linhas arquitetónicas da casa paroquial, aliados ao seu bom estado de conservação, fazem deste edifício um raro exemplo de arquitetura civil indo‐portuguesa do sul da Índia.
Talvez pela sua situação, nos arredores de Cochim, o edifício apresenta um desenho invulgarmente clássico e erudito. Um friso de marcação do andar nobre corre a toda a largura do edifício, sobre uma arcaria interrompida por pilastras que se prolongam na guarda da varanda. Num processo de acomodação ao clima, observamos a formação de uma segunda varanda no tardoz do edifício, em estreita ligação com o seu núcleo interno, constituído por três grandes divisões.
No caso de Edacochim, as duas varandas, da frente e das traseiras, unem‐se através de um terceiro espaço de varanda situado numa das faces laterais da casa. Dotada de uma sofisticada grelha de madeira, semelhante às gelosias portuguesas, esta varanda abre‐se sobre a paisagem e as águas da ria, usufruindo das suas brisas. Confirmando a formação recuada deste modelo, a ligação dos dois pisos efetua‐se por escada exterior, facto que, por análise comparada com outros casos, sugere a formação desta tipologia logo no século XVI.
Com uma torre adossada à fachada principal, o desenho da igreja corresponde a uma tipologia primitiva de igrejas indo‐portuguesas, desenvolvida a partir do século XVI, que progressivamente vai integrando dados estéticos da cultura indiana. A sua antiguidade e importância como elemento marcante da imagem e estrutura do território são confirmadas no século XVII pelo facto de aparecer representada nas primeiras plantas holandesas da região de Cochim e Costa do Malabar. Na sequência da ocupação holandesa da região, a Igreja de São Lourenço de Edacochim sofreu grandes obras de renovação em 1709, durante o período do bispo Pedro Pacheco. Nos finais do século XIX, a igreja volta a sofrer novas renovações, que se refletem no desenho neogótico das atuais portas de entrada.
As alterações, porém, não lhe retiraram o interesse arquitetónico. Marcada por uma fachada de cinco tramos, separados entre si por pares de colunas, mantém a torre com a significativa beleza das linhas arquitetónicas originais. Ao longo das fachadas laterais, as galerias, formadas de varandas assentes em pilares de alvenaria, constituem requintadas formas de ventilação e proteção solar ao interior do edifício.
Em frente da igreja, o cruzeiro, de linhas clássicas com colunas toscanas e uma cobertura em cúpula, apresenta um interessante conjunto de nichos para a colocação de lâmpadas de iluminação.

Helder Carita

Loading…